Programação é para quem quer e não pra quem pode.

Artigos aqui postados serão sobre o assunto programação, iniciarei com algumas dicas que realmente eu acho que pode ajudar pessoas que desejam adentrar neste maravilhoso mundo dos algoritmos. Leia todos os assuntos com bastante atenção, farei o possível para fazer o conteúdo ser o mais entendível possível.

A programação não se encaixa em apenas um determinado perfil, raça ou cor, está presente para todos que assim desejam, o verbo de segunda conjugação ( Querer ) é o nosso ( x ) da questão, pois se você quer, você consegui! Se você tem determinação, você faz! Abaixo siga com dicas e explicações que te levará a começar a entender como a coisa funciona...

Conheça o que é Lógica:

Lógica de programação é especialmente necessária para se trabalhar com desenvolvimento de sistemas e programas, ela permite uma definição para a sequencia lógica visando o desenvolvimento. Lógica de programação é a técnica de encadear pensamentos para atingir um determinado objetivo...

Sequencia lógica: Os pensamentos, podem ser vistos como uma sequencia de instruções, que devem ser seguidas para realizar uma determinada tarefa. Sequencia lógica são passos executados até que se atinja um objetivo ou uma possível solução de um problema.

Instruções:

Na linguagem comum, entende-se por instruções “ um conjunto de regras ou normas definidas para realizar um emprego de algo”. Em informática, instruções são informações que indicam a um computador uma ação que será executada.

Um exemplo seria: Se fosse o caso de fazermos um café, teríamos de colocar em pratica uma série de instruções com a finalidade de colocarmos em ordens sequenciais lógicas. Temos que levar em consideração que ás instruções tem que ser colocadas em uma ordem adequada. Seria correto colocar o pó de café com a água do mesmo fria? Seria correto beber o café antes de ferver e esfriar? Não, por isso tudo tem que ser colocado em sequencia. Instruções são um conjunto de regras ou normas definidas para a realização ou emprego de algo. Em informática, é o que indica a um computador uma ação que devera ser executada.

Algoritmo:

Um algoritmo é uma sequência finita de passos que leva a execução de uma tarefa, podemos pensar em um algoritmo como uma receita, uma sequencia de instruções que dão ênfase a uma meta específica. Podemos até mesmo citar como exemplos, os algoritmos das operações básicas ( adição, multiplicação, divisão, e subtração ) de números reais, decimais entre outros.

Podemos até mesmo citar coisas simples com ajuda de sequências lógicas. Por exemplo:
“Chupar uma Bala”.

”Somar dois Números quaisquer”.
  • Escreva o Primeiro número representado pela letra ( A )
  • Escreva o segundo número representado pela letra ( B )
  • Some o número A com o número B e represente o resultado com a letra ( C )

	A = 5;
	B = 8;
	C = A + B;
	//Agora C é igual a 13
	 

Programas:

Os programas de computadores nada mais são do que algoritmos escritos numa linguagem de computador ( PASCAL, C, JAVA, COBOL, PHP... ) e que são interpretadas e executado por uma máquina, no caso um computador.

Desenvolvimento de algoritmos:

Pseudocódigo

Os algoritmos são descritos em uma linguagem chamada pseudocódigo .Este nome é uma alusão a posterior implementação em uma linguagem de programação, ou seja, quando formos programar em uma linguagem, por exemplo Javascript, estaremos gerando códigos javascript. Por isso os algoritmos são independentes das linguagens de programação. Você pode usar relativamente o mesmo algoritmo em qualquer linguagem.

Regras para construção de Algoritmos:

Para escrevermos um algoritmo temos que descrever a sequência de instruções, de maneira simples e objetiva. Para isso utilizaremos algumas técnicas:

  • Usar somente um verbo por frase
  • Imaginar que você está desenvolvendo um algoritmo para pessoas que não trabalham com informática
  • Usar frases curtas, simples e ser objetivo
  • Procurar usar palavras que não tenham sentido Dúbio ( Indefinível, que não se pode explicar bem ou definir. )

Fases:

Vimos que algoritmo é uma sequencia lógica de instruções que podem ser executadas. É importante ressaltar que qualquer tarefa que siga determinado padrão pode ser descrita por um algoritmo, como por exemplo: Como fazer arroz doce.
Calcular o saldo financeiro de um estoque: Para montar o algoritmo precisamos em primeiro passo dividir o problema apresentado em três fases fundamentais.
( Entrada | Processamento | Saída )

Onde temos:
Entrada: São os dados de entrada do algoritmo
Processamento: São os procedimentos utilizados para chegar ao resultado final
Saída: São o dados já processados

Exemplo de um algoritmo:

Vamos imaginar ás seguintes situações: Calcularemos a média final dos alunos da 3ª Série. Os alunos realizarão quatro provas:
P1, P2, P3, P4. Onde média final = P1 + P2 + P3 + P4 / 4

Então para montarmos o algoritmo proposto, temos que fazer três perguntas:

Exemplo em linguagem JavaScript:
	 var p1 = 5; p2 = 3.3; p3 = 4.7; p4 = 5; //Dados de entrada
         var processar = (p1 + p2 + p3 + p4) / 4; //Processamento
	 alert(processar); //Dados de saída, já processados
	 //Resultado: 4.5 
	 

Teste de Mesa:

Após desenvolvermos um algoritmo ele deverá ser testado. Este teste é chamado de TESTE DE MESA, que significa, seguir as instruções do algoritmo de maneira precisa para verificar se o procedimento utilizado está realmente correto.Em outras palavras é um teste para ver se o seu algoritmo realmente funciona.

-->

Constantes, Variáveis e Tipos de Dados:

Variáveis e constantes são os elementos básicos que um programa manipula. Uma variável é um espaço reservado na memória do computador onde pode ser armazenado um tipo de dado determinado. Variáveis devem receber nomes para serem referenciadas e assim modificadas quando necessárias. Em determinadas linguagens ás variáveis precisam conter um tipo de dado especifico para serem armazenadas e manipuladas. Esses tipos podem ser por exemplo: inteiros, reais, caracteres, lógicos, etc. As expressões combinam variáveis e constantes para calcularem novos valores.

Constantes:

Constante é um determinado valor que não se modifica ao longo do tempo, durante a execução de um programa, ou seja, um valor fixo. Conforme o seu tipo, a constante é classificada como sendo numérica lógica e literal.
Exemplo de constantes: n1 + n1 + n3 /3

Imagine que você tenha que fazer um programa que some três valores e divida por três, "apenas por três", então neste caso o número três não vai poder ser modificado. Isso faz do número três uma Constante.
Exemplo de constantes: n1 + n1 + n3 /3
Um outro exemplo de Constante é o valor matemático PI cujo valor é aproximadamente 3,14159265

Variáveis:

A variável é uma representação simbólica dos elementos de certo conjunto. Cada variável corresponde a uma posição de memória, cujo conteúdo pode ser alterado ao longo do tempo durante a execução de um programa. Uma variável pode assumir diferentes valores, mas ela apenas pode armazenar um valor a cada instante.

Exemplos de variáveis: Total = produto * quantidade
	 nome = "Jose";
	 idade = 51;
	 profissao_padeiro = true;
	 //Exemplo de três variáveis e seus respectivos valores  
	 

Tipos de Variáveis:

As variáveis e as constantes podem ser basicamente de quatro tipos: Numéricas, caracteres, alfanuméricas ou lógicas.


Continua...